Blog

Seguro de condomínio é diferente de seguro residencial?
Corretora de Seguros, Dicas, Mundo, Notícias, Novidades, Seguradoras, Seguros

Seguro de condomínio é diferente de seguro residencial?

Seguro de condomínio é diferente de seguro residencial? Muitos consumidores optam por contratar o seguro de condomínio, já incluído na cota mensal, o seguro residencial também é importante para proteger o imóvel.

Enquanto o seguro de condomínio é obrigatório para prédios verticais e horizontais (residenciais, comerciais, mistos, flats e apart-hotéis ou shopping centers) e é normalmente colocado nas cotas condominiais, o seguro residencial é opcional e individual.

Então o seguro de condomínio possui algumas diferenças em relação ao seguro residencial. São 4 pontos diferenciais:

  • Objeto de proteção: o seguro de condomínio protege as áreas comuns. Em prédios, protege toda a edificação e as áreas estruturais dos apartamentos ou salas. Em condomínios de casas, protege as áreas comuns. Já o seguro residencial protege especificamente o conteúdo da casa ou do apartamento.
  • Responsabilidade pela contratação: o seguro residencial deve ser contratado pelo morador e o seguro de condomínio é obrigação do síndico ou administrador.
  • Cobertura: o seguro condominial cobre raio, incêndio e explosão nas áreas comuns. Já o seguro residencial protege a residência e os bens do imóvel segurado.
  • Obrigatoriedade: o seguro de condomínio é obrigatório, no entanto, o seguro residencial é considerado opcional.
Veja também:

No contrato do seguro de condomínio há um limite máximo de indenização, estabelecido pela seguradora. Então é comum, principalmente os moradores, mas acreditarem que a empresa cobrirá todos os danos sofridos na edificação.

A indenização das coberturas básicas (incêndio, raio e explosão) se baseia no “valor atual”. Então esse valor é o custo de reposição do imóvel, mas dele é subtraído os valores relativos à depreciação por idade, o estado de conservação e outros fatores.

Portanto esse é somente o valor inicial da indenização. Conforme outros fatores e condições contratuais, mas pode haver acréscimos em um segundo momento. Entretanto, a indenização total (inicial mais complementar) não excede duas vezes o “valor atual”.

Então quando se fala em apólice, é preciso abordar também a franquia. Franquia é o valor estabelecido na apólice do seguro, que diz respeito à participação do segurado nos prejuízos decorrentes do sinistro. No seguro de condomínio, é comum que ela exista, especialmente quanto às coberturas adicionais. Seu valor é expresso na apólice, e pode ser fixo ou porcentagem.

Agora você já sabe se o Seguro de condomínio é diferente de seguro residencial?

Se tem interesse em adquirir um dos nossos serviços de seguro entre em contato conosco!